terça-feira, dezembro 11, 2012

Quinta da Romaneira: O Rosé

Dando cumprimento à norma, estabelecida nesta repartição, escrever pouco, dizer pouco ou quase nada, cumpro o dever de informar que este rosé, que titula o despacho de hoje, é um belo, muito belo rosé. 


A garrafa e o rótulo são de enorme qualidade, de enorme requinte. E o vinho que contém, para não destoar, está em concordância. Tudo bate certo: Imagem e conteúdo. Poucos conseguirão.


Mais se declara que bebi o vinho junto da pessoa que o ofereceu, que foi bebido com o rótulo à vista e que se falou (muito) do projecto Quinta da Romaneira.

Sem comentários: