sábado, Setembro 29, 2012

Eno-Declaração

É declaração. Uma eno-declaração.
Gosto de quem assume que é parcial! Adoro quem diz que é dependente. Prefiro aqueles que afirmam preto no branco que têm preferências, sigo os passos de quem, sem qualquer vergonha, afirma que é influenciável, que é humano.


Irrito-me, tal ouriço espinhado, com os que batem no peito, tal virgem, ser puro, ou tal lobo com pele de cordeiro, afirmando: Sou independente! Sou exigente! Sou equidistante! Sou justo! Mas quem acredita nisto? Por isso, que viva a parcialidade e aqueles que a assumem. Têm espinha.

Sem comentários: