quinta-feira, maio 10, 2012

Grandes Quintas by Casa d’Arrochella

Novo post de divulgação relativo às recentes colheitas da Sociedade Agrícola da Casa d’Arrochella. Dois vinhos tintos orientados para duas formas diferentes de consumo.


O Colheita alicerça-se na fácil empatia, na consensualidade. Ligeiamente refrescado, desaparece num ápice do copo e da garrafa. Impossível não gostar. O Nuno da Adega dos Leigos afina pelo mesmo diapasão.


O Reserva do mesmo ano está, naturalmente, orientado para momentos mais densos, a pedir maior e mais atenção. Pareceu estar, nesta fase e salvo erro de análise, preso e meio sisudo, com os cheiros e sabores a madeira algo impositivos, quiçá em demasia. É vinho para deixar de lado por uns tempos. Pra retornar a ele, lá para a frente.

Post Scriptum: Os vinhos foram oferecidos pelo Produtor.

2 comentários:

Nuno disse...

Gostei muito deste vinho. Fácil, com qualidade e de ter sempre em casa.

Pingus Vinicus disse...

Concordo. O Colheita é efectivamente um vinho muito fácil de gostar.