sexta-feira, abril 15, 2011

Graham Porto Velho Fino Seco

Curiosidade. Pura! Como tal, não farei grandes comentários. Não conheço. Simples. A peça em causa serviu, apenas, para enriquecer o conhecimento enófilo. Neste caso, resumiu-se ao seu consumo. Dirão os puristas: É pouco! Concordo, mas gosto assim. Diminui a possibilidade de erro e asneira.

Porto seco, sugerindo refrescamento. Depois frutos secos, ranço, café. Acidez alta. Não deslumbrou, de todo. No entanto, existirão com toda a certeza,  outros individuos com maior aptidão, que myself, para falar, comentar, opinar, sobre este vinho em causa.

Sem comentários: