sábado, outubro 02, 2010

Ermelinda Freitas Touriga Franca 2008

Para entender a gama de vinhos deste produtor é imperioso consultar um guia, um manual de instruções, tal é a variedade de opções. Tenho algumas dúvidas, muito pessoais e baseadas em crenças, sobre as vantagens em construir um leque tão vasto de ofertas. Parece-me, poderei estar errado, que os ganhos para o consumidor não serão assim tão evidentes. Para o produtor, provavelmente haverão, não sei! Em muitos casos, se não todos, não consigo descortinar diferenças significativas entre um Touriga Nacional, este Touriga Franca, um Syrah ou um Trincadeira. As parecenças entre estes e outros são grandes. Depois, e para aumentar a desordem, existe um vizinho que detém uma compilação de vinhos muito semelhante.

Sobre o vinho em causa, pouca coisa há para contar em pormenor. Moderno, escuro, com fruto farto, madeira e fumados evidentes. Guloso e directo. Num estilo muito habitual.

Post Scriptum: Vinho enviado pelo Produtor.

Sem comentários: