segunda-feira, abril 28, 2008

E assim foi em Vila Viçosa

Merece que se diga que foi uma bela tarde e uma reconfortante noite. Sem formalismos, longe de discursos elaborados. As perguntas e respostas saltavam, sem qualquer rigor, sem preconceito ou medo em falhar. Às vezes, encostado num pilar dos claustros, a conversa durava mais um pouco. Havia sempre uma estória para contar, para partilhar. Os vinhos, esses, acabavam por servir de acompanhamento. Não é essa a sua função?
No entanto, e por entre tantos dedos de conversa, deixo aqui o nome de alguns vinhos:

Alves Sousa Reserva Pessoal Branco (Douro) 2001.
Qualquer comparação com outro vinho branco é puro abuso.

Alves de Sousa Reserva Pessoal Tinto (Douro) 1999.
Pena o preço. Um tinto que continua cheio, perfumado.

Dona Berta Rabigato Reserva Vinhas Velhas (Douro) 2007.
Um branco fresco, crocante. Um belo vinho do Engenheiro Verdelho.

Quinta da Gaivosa (Douro) 1992.
Como um vinho envelhece com dignidade e sem perder requinte.


Redoma Branco Reserva
(Douro) 2007.
Escuso de perder tempo. Todos o conhecem.

Cortes Cima Reserva (Alentejo) 2004.
Moderno e impossível de resistir.

Altas Quintas Reserva (Alentejo) 2005.
Um alentejano das montanhas. Fresco, desafiante. Está ainda muito jovem.

Quinta da Vegia Reserva (Dão) 2005.
Elegante e fino. Uma paixão pessoal.

Quinta dos Roques Encruzado (Dão) 2007.
Mais um digno descendente desta família.

Flor das Maias (Dão) 2005.
Algo de interessante está para surgir.

Anima L5.
Diferente do L4, mas a marca da sanviogese continua bem vincada. Guardar ou partilhar com quem aprecia coisas boas.

Herdade PortoCarro (Terras do Sado) 2005.
Mais estrutura, mais vegetal. Menos imediato, menos consensual.


Niepoort Colheita (Porto) 1983.
Para beber e desfrutar.


Tudo isto nos Claustros do Convento dos Capuchos, onde o maestro do Copo de 3 (acredito que irá fazer um registo bem mais elaborado e digno que o meu) acantonou as hostes, vindas de todas as partes da Lusitânia.

2 comentários:

Pratas disse...

Bom registo. Pena eu não ter podido participar, mas fica para a próxima.

1 Abraço

Miguel disse...

E ainda anda um leitãozinho no ar....